Dica Nerd: Blogando com Markdown

Trabalhando com Markdown

Markdown é uma linguagem de marcação feita para ser lida por humanos. Foi criada pelo famoso “apple pundit” Jonh Gruber.
Seu objetivo é ser uma maneira de formatar textos sem que a pessoa necessariamente saiba html, ou para simplificar a vida dos blogueiros que querem escrever rapidamente e já ir colocando os links, estruturas de tópicos e numeração.
O novo aplicativo para mac IA Writer traz algumas convenções em Markdown definidas por padrão.
Algumas pessoas podem se confundir com o suporte a Markdown (ou AutoMarkdown do IA Writer, pois ele apresenta, como saída, apenas texto.
E texto, formatado como markdown, é de pouca utilidade, se não pudermos dar um destino àquilo, seja como html, rtf, ou mesmo pdf.
Assim, este post se destina a explicar o básico de Markdown, utilizando 03 ferramentas básicas:

  1. O editor de texto IA Writer;
  2. O aplicativo de expansão de abreviaturas TextExpander
  3. O Droplet MultiMarkdown, que pode ser baixado diretamente clicando aqui.

Vamos começar pelo IA Writer. Apesar de ser um tanto salgado para os nossos padrões, o aplicativo é um charme.
Permite que escrevamos eliminando toda e qualquer distração a que possamos ter acesso no Mac.
Falo mais dele nas duas resenhas que escrevi a respeito dele, uma elogiando, e outra reclamando do preço.
Agora vamos ver o básico do Markdown em si.
Se queremos que o texto seja formatado como título 01, ou h1, em html, basta colocarmos, antes dele, o símbolo # seguido de um espaço, e então todo o texto que entrar antes do fim da linha (quando você digita [ENTER]) fica com esse formato na saída html.

Exemplo de texto em H1

Exemplo de texto em H2

Exemplo de texto em H3

.
.
.

E assim vai.

Para a numeração, basta colocar um número e um ponto, (também funciona com fecha parêntese) e um espaço, antes do texto, e voilà: temos uma lista numerada:

  1. Esta é uma lista numerada
  2. Não é necessário que os números estejam na ordem
  3. O html resultante vai ter um 3. em vez do 10. que coloquei aqui. Ele delimita sequencialmente a lista.

Listas não numeradas:

  • Assim se cria uma lista não numerada.
  • Pode ser usado também asterisco.
  • Os dois símbolos são intercambiáveis.

tudo entre dois asteriscos fica negrito, entre um asterisco fica itálico, etc.

Mais sobre a sintaxe markdown aqui.

O TextExpander é uma mão na roda para trabalhar com markdown, ou mesmo com html “na unha”. Ele detecta abreviaturas definidas por você e as expande, posicionando o cursor onde quer que você indique.
Há um conjunto de “snippets”, ou abreviaturas de textExpander para MarkDown neste post. Estes são os que eu estou usando para escrever este artigo.

Agora, vamos ao droplet. Você o encontra para download direto Aqui. Ele proporciona uma interface para você jogar o arquivo resultante, com as marcações em markdown e obter um outro arquivo de saída, em html.

Vamos ver como isso funciona agora. No vídeo abaixo, você verá a construção deste texto, passo a passo, para facilitar seu aprendizado da linguagem.

Demora cerca de 15 min para aprender. E vale a pena, pois você não precisa usar o mouse, para formatar o seu texto. Basta usar texto.
Fica mais rápido…

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>